quinta-feira

Nem Drummond nem Quintana


Imagem sem menção de autor.


Fiquei tão gauche na vida
que pela esquerda posição em que me encontro
nem da esquerda faço parte.

O anjo torto voltou o rosto
resplendente
e disse apenas:
“Assim não é possível.”
Desviou os olhos,
retirou o amparo
e nem conselhos deu.
O anjo torto se foi
e depressa me esqueceu.

Acredito que tudo isso
seja só falta de um estilo próprio.
Afinal,
ninguém pode amar alguém
que não seja um outdoor de si mesmo
não saiba cantar
e nem ao menos saiba usar o photoshop.
Ninguém em sã consciência
entende tanta falta de cadência
tanta resignação ante o real
e tal falta de raça.

Qual é a graça de não ter respostas
e de viver entre livros e teclados
e nem ao menos se inscrever num chat
– maneira diuturna
de procurar sua turma?
Além de tudo os anjos
voltaram à moda
e agora vivem diante dos espelhos
comprados secretamente na Avon
descobrindo o prazer da própria imagem
insipientes narcisistas
intolerantes para com mortais
que lhes pareçam angélicos demais.


Publicado no Inscrições, 29 de junho de 2007.

_________________________________


Na Folha de São Paulo de hoje, O Senado e a ética

35 comentários:

Vanessa disse...

Nossa! Amei demais esse! Leve, gostoso e quase infantil.. angelical como diz...rs
Mas diz tanta coisa...


bjssss

VeraBasile disse...

Adorei Adelaide!!!!!!!!!!!!!!
Que visão fantástica dessa nossa época....até os anjos?!!rs...e que maneira deliciosa de escrever!!! A gnt vai saboreando cada frase! Lindo!!!
Mil Bjssss

Eliana Mora (El) disse...

De fato - 'gauche' do gauche; pois não dá para ser diferente.

Bela maneira de colocar as idéias: me identifiquei, gostei, aprovado!...

beijos da El

Jens disse...

Nos anos 70, Ivan Lessa perguntava, nas páginas d´O Pasquim: a poesia é necessária?
O teu poema responde a pergunta: é.
Belo poema, Adelaide.

Um beijo.

Du disse...

Eu gostei muito!!!

Beijos, boa noite!

Ariadna Garibaldi disse...

De forma leve dizes coisas muito profundas aqui! E quantas leituras este poema nos oferece! Decifrando as metáforas, interpretando os versos, degustqando as palavras, traduzindo as entrelinhas, dou asas à imaginação e a cada releitura uma nova descoberta. Fazer poesia é arte e fazes muito bem!

Beijos mil

Ariadna Garibaldi

Nanda disse...

Dade, gostei muito do escrito e do artigo; este último me fez lembrar de 89 - minha primeira eleição - e de quando eu ainda tinha alguma esperança com relação a política. Beijos.Ahhh, tem um pré-recadinho pra você na caverna! =)

infinitopositivo disse...

Adelaide,

Saber dizer com poesia é tão espetacular como dizer com música.

Pena que essa lavra tenha ficado escondida no anonimato.

Estava com saudades de você. Ao retornar aqui me senti recebido com melodias. Beijo grande.

Ery

dade amorim disse...

Obrigada, querida. Que bom que gostou. Um beijo e boa semana.

dade amorim disse...

Vera, é bom demais saber que você gostou do texto. Um beijo e uma semana bem legal.

dade amorim disse...

Então fiquei contente, Eliana Poeta!
Beijos pra você.

dade amorim disse...

Jens, sempre bom ver que você veio e gostou do que leu.
Um fim de semana bem feliz e beijo pra você.

dade amorim disse...

Du, um fim de semana bem legal pra você!

dade amorim disse...

Obrigada, Ariadna, minha flor. Um beijo dos grandes.

dade amorim disse...

Nanda, obrigada por tudo - tuuuudo! - e um fim de semana bem feliz pra você e família. Beijos.

dade amorim disse...

Obrigadíssima, Ery. Também ando com saudade de você.
Beijo beijo.

Lord Broken Pottery disse...

Dade,
Sei que acabo sendo repetitivo, mas o que fazer? Seu texto é dos melhores que venho lendo na blogosfera. Você está cada vez mais afiada, sóbria, refinada. Acho que encontrei o que queria dizer. Existe um profundo bom gosto em tudo o que você escreve. É um prazer vir aqui.
Beijo grande

Cadinho RoCo disse...

Se destro ou canhoto isso não tem importânciq quando a questão volta-se para a vergonha.
Cadinho RoCo

dade amorim disse...

Lord, fico sem saber o que dizer diante de tanta generosidade e gentileza. Muito obrigada. Beijo beijo.

dade amorim disse...

Pois é, Cadinho. Obrigada pela visita. Um abraço.

Bia Pontes disse...

Minha querida, que lindo!
Fez muito sentido pra mim!

beijos.

dade amorim disse...

Saudade de você, menina. A internet é uma floresta, e há clareiras que é preciso visitar de vez em quando.
Beijo!

Jens disse...

Oi Adelaide.
Parabéns pra você. Muita paz e alegria na lavoura da amizade.

Um beijo carinhoso.

dade amorim disse...

Nossa, Jens, você tá sabendo? Surprise!
Beijo e obrigada, viu?

Carol Timm disse...

Querida Dade,

Eu já sei que tiveste um dia especial hoje, afinal estar com a família neste dia já é um presente.

Eu teria que esperar um pouco mais para te dar um abraço, mas você sabe que eu fico muito feliz de celebrar com a tua poesia o teu aniversário!!

Beijos,
Carol

Cris disse...

Respostas nós temos, mas ninguém nos pergunta...

Beijo, queridona. Saudades.

Cris disse...

Respostas nós temos, mas ninguém nos pergunta...

Beijo, queridona. Saudades.

Marilac disse...

Dade,
Que belo poema, adorei!
Aproveito para lhe desejar muitas felicidades !

bjs
Marilac

dade amorim disse...

Carol querida, é sempre uma alegria ver e falar com você; esteja à vontade sempre.

Beijos e obrigada, viu?

dade amorim disse...

Verdade pura, Cris =O/

Beijocas mil.

dade amorim disse...

OI, Marilac, obrigada!

Beijo pra você.

Euza disse...

Oh Deus! Ou eu me adianto muito, ou chego atrasada! rs... Parabéns, queridissima! Muita luz, muitos e felizes dias!
Agora vamos ao poema: sou suspeita pra elogiar. Gosto por demais da sua poesia, vc sabe. Neste, minha admiração é pela brilhante inserção nos dois sagrados.
Qto aos anjos, há de todos os tipos. Inclusive os de asas caídas! rs...
Beijocas

Anônimo disse...

Um tantinho longe daqui e muito saudoso daí, venho voando te desejar feliz aniversário (atrasadim, eu sei bem, mas de tanto coração que você nem vai ligar pelo atraso) - PARABÉNS!!!
Felicidades e muita poesia.
Beijo do
Ivan

dade amorim disse...

Euza querida, você chega sempre na hora certa e dá muita alegria.
Beijo!

dade amorim disse...

Ivan, que boa surpresa!
Beijo e obrigada pela visita ilustre.