sexta-feira

Besouro


O poema na folha do caderno
o vento o leva ao chão
e fica brincando com ele
manso manso
como um gatinho
brinca com um besouro
até que o besouro morre
do brinquedo.
O vento vai embora
o poema jaz
e indiferente
o gato
toma contente
seu leite na tigela.
  



Olha a Flip aí minha gente!

Prêmio Off Flip – regulamento

http://www.premio-offflip.net/regulamento.pdf

4 comentários:

Amélia disse...

Poea adeuqado ao Dia Mundial do livro Infantil...Gostei.E do bonequinho também...Bom fim de semana!

Chorik disse...

Esse vento! Adorei o poema. E o gato da figura tem classe, com que maestria mexe a taça!
Boa semana.

dade amorim disse...

Amélia querida, foi ótimo poder contribuir com uma data tão necessária.
Beijos.

dade amorim disse...

Chorik, também adoro olhar esse gato francês. Obrigada, viu?
Beijo pra você.