segunda-feira

Aniversários e outros eventos

Ana Cristina César


Junho é o mês de aniversário de muitos poetas.
Outro que nasceu neste mês, no dia 17, foi W. Butler Yeats.

Federico García-Lorca
Mas quantos poetas desconhecidos terão nascido em junho?
E quantos aniversariam em outros meses, dos quais nunca ouvimos falar?
Mas será necessário ser conhecido e reconhecido para ser poeta?

João Cabral de Melo Neto


Saudação

Oh geração dos afetados consumados
e consumadamente deslocados.
Tenho visto pescadores em piqueniques ao sol,
Tenho-os visto, com suas famílias mal-amanhadas.
Tenho visto seus sorrisos transbordantes de dentes
e escutado seus risos desengraçados.
E eu sou mais feliz que vós,
e eles eram mais felizes do que eu;
e os peixes nadam no lago
e não possuem nem o que vestir.


Ezra Pound
1885/1972

(tradução de Mário Faustino)




6 comentários:

♪ Sil disse...

Encontrei um blog, onde sei que vou alimentar a alma!

Um beijo dade!

dade amorim disse...

Fico feliz com a visita.

Beijo grande.

Halem Souza disse...

Mas será necessário ser conhecido e reconhecido para ser poeta?

Não, não é necessário. O sujeito pode escrever "Gugu Dadá" num papel (ou na tela do computador) e achar que produziu um poema melhor que Tabacaria.

Mas há a questão da consagração (que permeia toda a produção artística, aliás). João Cabral de Melo Neto, por exemplo, foi, sem dúvida, consagrado.

Pode-se discordar das "agências de consagração" (crítica literária, imprensa especializada, casas editoriais, professores universitários, etc.), mas que elas têm peso no "sistema literário", isso tem.

Um abraço.

MIRZE disse...

Dade!

Tinha perdido contato com esse blog.

João era de junho! Nossa! Quanta gente nesse mês!

Beijos de volta!

Mirze

dade amorim disse...

Halem, você tem razão quanto ao fato de que alguém ser consagrado significa de que foi reconhecido em seu trabalho.

Está certíssimo quanto à repercussão disso no "sistema literário".

A questão a que me refiro são justamente as "agências de consagração" e o que rola dentro delas.

Isso não "desconsagra" ninguém, é claro. Mas também não impede que gente "consagrável" fique de fora do tal sistema.

Beijo pra você.

dade amorim disse...

Mirze, minha flor, que bom que voltou!

Beijo beijo.