quarta-feira

Queridos amigos

Morta de saudade, retorno ao convívio querido dos bons amigos!


O Umbigo do Sonho saiu do rol dos blogs em evolução e caiu no limbo bem na época em que as férias do início do ano me levam a uma área de conexão imprevisível. Mas como a irresponsabilidade do provedor (Movable Type) não podia ser mais forte que o blog, ele retorna em novo endereço.
As mensagens amigas me comoveram mais do que eu me achava capaz, e tomei uma decisão apoiada em parte no incentivo dessas pessoas queridas, em parte em minha legendária teimosia (sou uma mula de teimosa, para quem ainda não sabia): o Umbigo renasce das cinzas antes mesmo de ser queimado.


A cena foi bonita: o azul explodiu em girândolas de dentro do elemento líquido. Na beira da piscina, grupos brindavam em flütes de cristal. Do lado onde fica a praia, o peixão comia sua ração dos dias especiais e parecia um saco sem fundo engolindo peixes, peixinhos e crustáceos infindáveis. Estava felicíssimo por ter arrancado de mim a promessa de que não o deixaria empalhado num museu de histórias desnaturadas nem preso para sempre no quadro do maluco do seu pai, Hyeronimus Bosch.


O final feliz merecia um nome à altura, e aí pensei em transformar o Umbigo do Sonho em Fênix dos Mares. O blog sairia então da teoria freudiana diretamente para a irrealidade mítica. Mas graças à intervenção sensata de gente como Márcia Cardoso, amiga da primeira hora, ele ficou com o nome antigo e retoma a tradição (não muito tradicional, por favor): com vocês, o Umbigo do Sonho velho de guerra, mas de casa nova.


Antes que me esqueça, obrigada, querida, por mais essa mãozinha providencial. Marcinha é, dos meus amores internéticos, um dos mais antigos e constantes.


**************

Gato em dia de chuva


O Rio aproveita os dias de chuva para se encolher como um gato em suas almofadas verdes. O próprio trânsito engarrafado não lhe tira essa condição. O Rio não costuma viver sem sol. As pessoas saem de casa como se fizessem um teste: se a chuva continua, se está ventando, ainda se pode tentar sair de blusinha top. Quem sabe até deixar o guarda-chuva em casa, esse traste que só serve para esquecer em qualquer lugar que ofereça condições. Fazer de conta que não se viu a chuva, que isso aí não dá pra molhar ninguém.
Mas se a coisa é mesmo pra valer, a porção gato de cada um vai emergindo e tomando posição. Vem um certo sono, uma vontade de se encolher, que é o jeito que o hedonismo carioca encontra de curtir o frio e o céu cinzento. Os carros, cada ônibus, o metrô, as calçadas vão se enchendo pouco a pouco de felinos loucos para gozar o lado bom da chuva. Em matéria de curtição, o Rio tem um know-how inacreditável.

21 comentários:

Cris disse...

Oi, Adelaide...

A mesma essência em casa nova. Assim é que é.
Já vou te atualizar lá no Cris também. E tua referência também mudou, como da maioria.

beijão e feliz retorno aos nossos (a)braços...

Ery Roberto Corrêa disse...

Viva querida! Já estava na hora. De uma forma ou de outra o importante é que este novo Umbigo traz você como sempre, em todo esplendor magnífico da escrita que a gente já se acostumou a admirar. Assim como nós, os paranaenses, admiramos esse hedonismo carioca. Seu "Gato em dia de Chuva" me fez lembrar Leminski. Em algumas conversas de bar ele sempre falava do Rio, onde morou por uns tempos. Eu estava bem próximo quando cunhou ou repetiu (ainda não sei ao certo) uma famosa frase: "O Rio é o mar e Curitiba é o bar". E acrescentou na continuação do papo, que era imperdível, que o grande problema era o bar estar tão longe da praia. Só pra você sentir que por aqui a gente também tem muita vontade de ter este tipo de hedonismo.

Também estou de ida para o Blogspot. Está demorando, mas vai valer a pena.

A saudade de você estava grande. Beijão.

Carol Timm disse...

Adade,

Feliz retorno, amiga! Já era tempo!!

Achei o Novo Umbigo ainda mais azul e bonito. E nada como uma linda foto do Corcovado entre as nuvens para ilustrar um belo post.

Já linkei você, viu?! Mas acho que você perdeu o link da minha casa... foi na mudança! rs...

Beijos,
Carol

Márcia(clarinha) disse...

O Rio não combina com chuva embora, [sobre]viva em enchentes, gatos estão escaldados, daí verem beleza no cinza que teima em inundar nossa cidade, mas...cariocas são bacanas e levam a vida cantando, ou melhor, deixam que a vida os leve para qualquer lugar que tenha cobertura, chope e bom papo.
Bem vinda querida, a nova casa está um show!
lindos dias,
beijs

Anônimo disse...

Ou là là! Até que enfim! Estou feliz com esse retorno na casa nova :)) Este é um blog "necessário"!

Beijos
Meraluz

Jens disse...

Oi Adelaide.
Yupiii! Maravilha ter você de volta, estava com saudades. Estava me sentindo troncho emocionalmente sem a tua presença. Agora, tudo está no seu lugar.
Já que o momento é de retorno, um novo início, que tal você explicar a origem do singular nome do blog - Umbigo do Sonho? Procurei no Google, mas o resultado me manteve na ignorância.
No mais, um beijo e o desejo que o sucesso continue em 2009, não apenas no blog, mas na tua vida pessoal. Muitas coisas boas pra você e todos aqueles a quem queres bem.
Estamos aí, mais uma vez. Arriba!

Lino disse...

Bom vê-la de volta e animada com o novo blog. Não tenho experiência do Blogger, mas frequento vários blogs que usam sua plataforma e vão muito bem.

Lunna disse...

Casa nova? Hummmm... Que bom, gosto de coisas novas, mudanças sempre me deixam mais felizes...
Confesso que não sou fã do Rio, mas gosto de algumas de suas paisagens. Acho que cada paisagem tem lá a sua singularidade e que bom que é assim. Vou linkar seu novo endereço lá no Acqua para não perdê-la de vista (rs).
Abraços meus

Héber Sales disse...

Está bonito aqui. E bem mais leve também.

E eu adoro o Rio invernoso. Um dos maiores charmes que eu conheço.

Beijos e felicidades no novo endereço.

nora borges disse...

Eu vim... e vou voltar. Feliz Casa Nova!!!
Eu ainda nao voltei pro Língua de Mariposa. Só poderei vir depois do dia 19.
Beijos

ThomazMagalhães disse...

Benvinda. E de blogs, cachorros e filhos, não se troca os nomes. Ajeita-se outros, se for o caso ou puder.

djaegger disse...

Isto aí! Apesar dos contras, "conosco ninguém podemos". Se o fogo amigo nos é dirigido, sair de fininho mesmo nos arrastando é uma boa tática. Além do campo inimigo sempre há a esperança. Bem-vinda seja à blogosfera. Bjs.

Míriam Monteiro disse...

Adelaide querida:
Acredite, acabei (há menos de 5 minutos) de sair do outro "Umbigo", frustradíssima por perceber a casa desabitada! E olha quanta honra: sou a primeira a comentar aqui! Estou feliz, muito mesmo, por você ser teimosa! O sua escrita, é das que mais admiro, na Blogosfera!
Estou voltando ao Meu Porto(sou teimosa também). Depois da longa ausência, retorno.
A Poesia ainda me parece algo frágil, flor tenra que inspira atenção e algum cuidado.
Apesar disso, ela parece forte o suficiente, para
enfrentar desafios e lançar, em pétalas-poemas, as suas cores.
Então, venho convida-la a voltar a pisar esse meu lugar, convidá-la a novamente, lançar âncoras.
Com o meu beijo e o meu carinho.

king of pain disse...

Oi, umbiguinho!
Vou ler com sol ou chuva!
Beijocas
Nessa

Miguel disse...

Oba!
De volta ao lar e recebendo-nos de volta.
Desejo ao umbigo e, claro, a você, uma existência tranquila (sem trema) e cheia de gloria.

Yvonne disse...

Adelaide, seja bem vinda ao mundo blogueiro. Sucesso para você no novo blog.
Milhões de beijocas

Anônimo disse...

Parabéns Dê !
Belo retorno ...
Também estou vivendo as saudades...
Feliz 2009 e sempre,
Com carinho de fã,
CaRIOkisses,
Cris Rio

Anônimo disse...

Parabéns Dê !
Belo retorno ...
Também estou vivendo as saudades...
Feliz 2009 e sempre,
Com carinho de fã,
CaRIOkisses,
Cris Rio

Loba disse...

Eita! Que renascimento bonito, este!
Seja re-bem vindo o Umbigo (tb acho que manter a tradição, neste caso específico, foi a melhor saída!) e todos os sonhos da dona do umbigo!!!
Beijo querida

Marco disse...

Olá, amiga Adelaide!
Que bom que voltou! Este blog sempre fará falta na blogosfera. seus escritos são absolutamente fundamentais.
O Umbigo do sonho renasceu. Longa vida para ele.
Vou já acertar o link lá no Antigas ternuras.
A temporada de chuvas já se foi aqui na nossa cidade e o verão já veio trazendo o cartão de visitas de dias e noites bem quentes. Carpe diem. Aproveite o dia e a vida.

Bia Pontes disse...

O importante é que você ESTÁ!
beijos, querida. Obrigada por sua presença e delicadeza.